• kithi

MARACÁ, O SOM DOS ENCANTADOS


Hoje acordei com o som do maracá me chamando... resolvi escrever. Os caboclos pedem.


Era noite de acampamento na Casa da Música, evento realizado por Amadeu Alves e os itapuanzeiros. A fogueira ardia enquanto ao seu redor a conversa fluía por temas que tratavam de histórias indígenas e afrodescendentes.


Celebrar a natureza e reverenciar a lagoa era o objetivo do final de semana.


Era mês de abril, tempo em que o calendário nos aproxima da nossa ancestralidade indígena.


A música dava o tom maior e as maracas eram o meio de união com o universo circundante, visível e invisível aos olhos.


Maracas ou maracás são instrumentos musicais feitos com cabaças secas, sem o miolo e recheadas com sementes, coquinhos ou pedrinhas. Esse é um instrumento sagrado para a conexão com os Encantados.


Os Encantados são entidades indígenas cuja sabedoria dirige as decisões e as ações a serem tomadas pelo grupo ou indivíduo. Os Encantados também cuidam da saúde corporal e espiritual, trazendo paz e equilíbrio para as pessoas que acreditam e para os espaços onde atuam.

Reverenciar, agradecer e falar com os Encantados é obra que exige conhecimento, fé, respeito, rito e musicalidade.

Para os índios, do Nordeste do Brasil, à música, a dança e a fumaça do cachimbo são elementos sagrados e preparativos para realização do toré.


Toré é uma dança circular realizada ao som dos maracás. Cantos específicos são entoados para os Encantados. Nesse ritual pode haver incorporação ou não.

O toré também é utilizado como forma de afirmação da cultura em espaços políticos, podendo todos os presentes participarem de parte do ritual. Veja no vídeo abaixo o toré na Casa da Música.

Antes deste ritual acima, ao nascer do sol tivemos a celebração a vida com as maracas da Família Teyuna da Colômbia, uma outra forma de reverenciar e se conectar com as divindades da natureza. Veja o vídeo abaixo



0 visualização

REVISTA ASSUM PRETO

Os textos sugeridos não refletem, necessariamente, a opinião da Assum Preto. Os textos e fotografias podem ser utilizados por terceiros desde que sejam solicitados e que indique a autoria.